“O que é a favela?

A favela é a falta de oportunidade de participar do mundo civilizado. Nós estamos na periferia, estamos à parte dele.

O narcotráfico lhe permite um sentido. Você ter um comércio ao qual você pode participar. Você precisa ter uma arma, um pouco de olhar violento, algumas palavras prontas e tá ali. Você vende, recebe dinheiro por isso, traz comida para casa, compra roupa, pode sair com a garota bonitinha 16 anos você tendo 14.

O narcotráfico lhe dá significado. Não há emprego para todo mundo na sociedade, nem ele não quer dar emprego pra todo mundo.

Você não foi preparado para ter um emprego se você nem estudou. Então o narcotráfico é um sentido para essas pessoas, é um significado de vida. Elas se sentem integradas e valorizadas e pertencentes a algo, a uma regra. Elas sabem que a morte é um castigo se descumprir essa regra, mas vale a pena morrer, porque só vai se morrer que vive, e pra viver você tem que pertencer a alguma coisa e o tráfico lhe dá o pertencimento.”

Transcrição da fala de Joselito Crispin

 

Aqui você vai direto pro momento que ele diz isso aí que você leu, mas recomendo muito que assista ao vídeo inteiro.

 

Na categoria #Empatiza da Criando Pontes, você encontra motivos, informações e inspiração para ampliar espaço no seu coração. A empatia é uma habilidade social que todos os seres humanos foram feitos para exercer, mas que precisa ser incentivada, praticada e fortalecida. Empatia é compreender e olhar a partir da humanidade que compartilhamos (e não justificar ou concordar com ações específicas). Que a empatia nos leve a ações compassivas que transformarão vidas. Nossas, e das outras pessoas.

Juliana Matsuoka
Últimos posts por Juliana Matsuoka (exibir todos)
Share This